Cia. do
 Uniforme  

Desde 1992
CLS 313 Bl. D Lj. 19
3346-8623 (061)
sul@companhiadouniforme.com.br
CLN 316 Bl. D Lj. 17
3347-0973 (061)
norte@companhiadouniforme.com.br
Amostra de roupas profissionais da Cia do Uniforme
Principal Fotos A Empresa Dicas Fale Conosco

Quem Somos

Empresa de uniformes profissionais e jalecos de brasília, desde 1992.

Nosso objetivo é fornecer qualidade e variedade a preços competitivos, com pagamento facilitado.

Envie-nos uma mensagem

Compartilhe este Site com um Amigo

Facilidades

  • Bordado e Pequenos Ajustes na Loja
  • Até 6x nos cartões Master/Visa
  • Dois endereços: Asa Norte e Sul
  • Produtos para pronta entrega.


  • Interior da Cia do Uniforme Asa Norte

    Vitrine

    Cia do Uniforme - Modelos de Jalecos

    Peça indispensável no guarda-roupa de todo profissional da saúde, o jaleco - também conhecido como guarda-pó - além de proteger, pode agregar uma série de importantes valores ao profissional. "Transmite a imagem de idoneidade, causa impressão de higiene e postura", reconhece Solange Baronceli, proprietária de uma clínica de fisioterapia.

    Cada vez mais hospitais, laboratórios, consultórios e clínicas vêm utilizando diferentes modelos e cores para distinguir os processos de internamento, cirurgia, assepsia, atendimento e recepção, entre outros...

    Continue lendo no site da revista Corpore.

    Tudo Neutro, Mas Não Sem Graça

    Fotos Pedro Rubens e Mario Fontes

    As dentistas Poliane Jabur, 28 anos, e Ana Paula Caleiro, 39, bem que gostariam de trabalhar com roupas coloridas e acessórios descolados. Mas, na hora de atender os pacientes, quanto menos penduricalhos e interferência nas roupas, melhor. O branco total é a opção ideal para quem não usa avental – dá a idéia de limpeza e cuidado que um paciente espera de uma profissional da área de saúde. Camisetas sem mangas também devem ser evitadas. O salto é permitido, mas os tamancos de Poliane, que deixavam os dedos de fora, não. Ana Paula costuma atender a chamados de emergência e para ela avental é fundamental. Mesmo sob ele, no entanto, vão melhor as roupas de tons claros, sem acessórios pesados (como o cinto metálico que ela usava antes). O vestido fino com coletinho sobreposto segue as regras fundamentais, mas ganha em estilo. Para atender um paciente-surpresa no consultório, basta trocar o colete pelo jaleco. Também para a recepcionista Selma Costa, 20 anos, as roupas em tom claro são mais indicadas. Como não lida fisicamente com pacientes, pode até deixar de fora os dedinhos do pé. Obrigatório mesmo é manter o cabelo preso e usar maquiagem leve, uma regra válida para todas as moças que ocupam essa função.

    (Da Revista Veja Mulher)

    Veja Alguns Modelos

    (Passe o Mouse para Ampliar)
    Modelo tradicional, em oxford.

    Temos outras opções de tecidos e modelos: Gola Blaser, Gola Padre ...

    Jaleco Oxford Cia do Uniforme

    Artigo Sobre Jalecos

    Jalecos Imutável. Solene em sua brancura, assemelha-se a um traje-ritual, por todo o sempre, usado apenas pelos iniciados
    nos misteriosos cerimoniais de cura – o intocável e austero jaleco branco.

    Usado por médicos, enfermeiras e dentistas, o jaleco jamais sofrerá qualquer modificação, certo? Errado!

    Em Salvador Bahia, golas, mangas e barras já estão sendo profusamente bordadas em branco, com o mesmo estilo de bordado aberto, usado na saia das baianas do acarajé. Ou então em outros estilos de bordados, inclusive com direito a bichinhos, casinhas, cogumelos coloridos e botõezinhos em formato de joaninhas, coelhos e outros motivos infantis, usados pelas médicas e dentistas pediatras.

    Na avenida Sete de Setembro, lojas especializadas mostram nas vitrines os jalecos bordados e ainda exibem os catálogos, em que as clientes podem escolher entre os diversos motivos e tipos de bordado. E como comer e coçar, é só começar… já há oferta, nas vitrines, de jalecos e aventais brancos, mas com mangas e golas de tecidos estampados, discretos, claro, mas poderosamente estimulantes, já que cor é vida; outros têm palas e cintos também coloridos.

    Continue lendo no site Ebuble.

    Publicidade